Contato

https://www.facebook.com/luiz.tananduba

quinta-feira, 14 de maio de 2015

LIVROS E CATÁLOGOS COM OBRAS PUBLICADAS DO ARTISTA PLÁSTICO LUIZ TANANDUBA









“Luiz Tananduba tiene un vasto currículum de exposiciones. En 2006 es invitado a participar en la Bienal Naif de Brasil SP, en una sala especial; en 2010 es premiado en la Bienal de Pequeño Formato SESC, PB; asimismo es citado en varios libros y catálogos de arte. En 1991 el cineasta y artista Chico Liberato, que entre 1979 y 1991 fue director del Museo de Arte Moderno de Bahía, y durante diez años fue coordinador del área de Artes Visuales y Multimedia, Junta de Imagen y Sonido del Estado de Bahía, Fundación Cultural, escribió acerca de Luiz Tananduba: ”Luiz Tananduba es una expresión poética auténtica, que tiene una manera ingenua pero ingeniosa de ver las cosas, es auténtico y puro, y uno de los grandes del noreste ingenuo.




 Luiz Tananduba

Hoje o "Quem é Você?" apresenta Luiz Tananduba..

Luiz Tananduba é um grande exemplo de arte intrínseca. Seu dom corre em suas veias; e sua forma, de ver e narrar o mundo, transborda os limites de suas telas. Sua longínqua carreira teve início quando ele ainda era uma criança. Aos dez anos já tinha a vontade, aos quinze teve a certeza. Com dezoito anos, a primeira exposição: “Paixão de Cristo em Outdoor”, que movimentou o Parque Sólon de Lucena no início dos anos 90. Premiado, o artista plástico de 41 anos acumula prêmios e exposições. Desde 1985 assina às suas obras, sendo o ano de 1991 o início de sua coroação, pois no mesmo ano, veio o seu primeiro salão e consequentemente o seu primeiro prêmio - ambos na quinta edição do SAMAP (Salão Municipal de Artes Plásticas). No ano seguinte, no mesmo evento, uma bancada com grandes nomes das artes plásticas brasileiras (Heitor Reis, Chico Liberato e Raul Córdula, por exemplo), o premiou com o título de artista do ano, em 1992. Integrante de cinquenta e duas exposições coletivas, também foi premiado na Bienal de Pequenos Formatos do SESC, em 2010. Além disso, foi escolhido para ilustrar a capa do livro “Tribulaciones de una hormiga” (2013), da autora argentina Maria Isabel Saavedra.

Seu nome e sua obra serviram de fonte e inspiração para o livro “Arte Popular Brasileira” (2009), o resultado de uma parceria entre Editora Decor e o Ministério da Cultura. Outra edição do livro está prevista para ser lançada no próximo ano. Dar as informações, os dados da carreira etc. são uma parte da ação. Compreender a profundidade do trabalho de Luiz Tananduba vai muito mais a fundo, pois, a Arte naif, a qual emprega, traz alma e vida em cores e traços. Sua essência está ali, bem aos nossos olhos. A simbologia de cada quadro e sua representação semiótica vão diretamente ao choque, da vida e do verdadeiro eu. Sua forma de ver e narrar o mundo, encantam. Esse é Tananduba, um poeta nas palavras e um gênio na pintura.

 tem o artista em seu portfólio.








Nenhum comentário:

Postar um comentário