Contato

https://www.facebook.com/luiz.tananduba

quinta-feira, 14 de maio de 2015

LIVROS E CATÁLOGOS COM OBRAS PUBLICADAS DO ARTISTA PLÁSTICO LUIZ TANANDUBA









“Luiz Tananduba tiene un vasto currículum de exposiciones. En 2006 es invitado a participar en la Bienal Naif de Brasil SP, en una sala especial; en 2010 es premiado en la Bienal de Pequeño Formato SESC, PB; asimismo es citado en varios libros y catálogos de arte. En 1991 el cineasta y artista Chico Liberato, que entre 1979 y 1991 fue director del Museo de Arte Moderno de Bahía, y durante diez años fue coordinador del área de Artes Visuales y Multimedia, Junta de Imagen y Sonido del Estado de Bahía, Fundación Cultural, escribió acerca de Luiz Tananduba: ”Luiz Tananduba es una expresión poética auténtica, que tiene una manera ingenua pero ingeniosa de ver las cosas, es auténtico y puro, y uno de los grandes del noreste ingenuo.




 Luiz Tananduba

Hoje o "Quem é Você?" apresenta Luiz Tananduba..

Luiz Tananduba é um grande exemplo de arte intrínseca. Seu dom corre em suas veias; e sua forma, de ver e narrar o mundo, transborda os limites de suas telas. Sua longínqua carreira teve início quando ele ainda era uma criança. Aos dez anos já tinha a vontade, aos quinze teve a certeza. Com dezoito anos, a primeira exposição: “Paixão de Cristo em Outdoor”, que movimentou o Parque Sólon de Lucena no início dos anos 90. Premiado, o artista plástico de 41 anos acumula prêmios e exposições. Desde 1985 assina às suas obras, sendo o ano de 1991 o início de sua coroação, pois no mesmo ano, veio o seu primeiro salão e consequentemente o seu primeiro prêmio - ambos na quinta edição do SAMAP (Salão Municipal de Artes Plásticas). No ano seguinte, no mesmo evento, uma bancada com grandes nomes das artes plásticas brasileiras (Heitor Reis, Chico Liberato e Raul Córdula, por exemplo), o premiou com o título de artista do ano, em 1992. Integrante de cinquenta e duas exposições coletivas, também foi premiado na Bienal de Pequenos Formatos do SESC, em 2010. Além disso, foi escolhido para ilustrar a capa do livro “Tribulaciones de una hormiga” (2013), da autora argentina Maria Isabel Saavedra.

Seu nome e sua obra serviram de fonte e inspiração para o livro “Arte Popular Brasileira” (2009), o resultado de uma parceria entre Editora Decor e o Ministério da Cultura. Outra edição do livro está prevista para ser lançada no próximo ano. Dar as informações, os dados da carreira etc. são uma parte da ação. Compreender a profundidade do trabalho de Luiz Tananduba vai muito mais a fundo, pois, a Arte naif, a qual emprega, traz alma e vida em cores e traços. Sua essência está ali, bem aos nossos olhos. A simbologia de cada quadro e sua representação semiótica vão diretamente ao choque, da vida e do verdadeiro eu. Sua forma de ver e narrar o mundo, encantam. Esse é Tananduba, um poeta nas palavras e um gênio na pintura.

 tem o artista em seu portfólio.








terça-feira, 26 de agosto de 2014

Galeria Pontes apresenta três ícones da pintura brasileira

. A Galeria Pontes apresenta três artistas, sendo dois pernambucanos e um paraibano: Samico - Recife-PE (1928 – 2013) - tem sua produção é marcada pela recuperação do romanceiro popular nordestino, por meio da literatura de cordel e pela utilização criativa da xilogravura. Suas gravuras são povoadas por personagens mitológicos e outros, provenientes de lendas e narrativas locais, assim como por animais fantásticos e míticos. Alcides Santos - Recife-PE (1932 – 2007) - nasceu na Bahia e mudou-se para Mato Grosso em 1950. Acreditava que a arte era um dom de Deus. Sua pintura reflete a vida do homem, a natureza, o cultivo da terra e da pecuária, nas suas relações mútuas. Suas obras compõem o acervo de importantes museus como MAM – Rio de Janeiro - RJ – Brasil e Museu AfroBrasil, São Paulo - SP – Brasil. E Luiz Tananduba - Caiçara-PB (1972) - que começou a pintar em 1985, com orientação do artista plástico e seu pai adotivo, Alexandre Filho. Sua inspiração vem de uma visão idealizada e subjetiva do povoado de Caiçara, interior do estado, lugar onde cresceu e tomou emprestado seu sobrenome artístico “Tananduba”, um dos sítios da região.Já ganhou vários premios,entre eles o v samap salão municipal de artes plásticas de João Pessoa, e o premio da Bienal de pequenos formatos sesc João Pessoa pB,em 2006 participou como convidado de uma sala especial na Bienal Naif do Brasil.sp.

Trabalhos recentes do artista plástico Luiz Tananduba, 2014.






domingo, 4 de maio de 2014

OBRAS RECENTES DO ARTISTA PLÁSTICO NAIF,LUIZ TANANDUBA.

Luiz Tananduba, artista com traço marcante e inconfundível.é uma pintura de pinceladas únicas, buscando na cultura rural, inspiração nas fazendas em que viveu, quando criança, trazendo um colorido fantástico, com seus tufos de capins e suas árvores de sebes arredondadas, sem igual entre os seus pares. Luiz Tananduba consolidou seu nome no cenário brasileiro da arte naïf por trazer qualidades essenciais do “universo naif”. Em  1991 foi premiado ,artista do ano,2007, Tananduba participou como convidado especial, da Bienal Naïfs do Brasil, em Piracicaba (SP), figurando em uma sala especial, em 2009 foi incluido no livro Arte popular Brasileira,sendo destaque em 6 páginas, editora decor,SP. ministerio da cultura.2013ficou com o Prêmio Aquisitivo da Bienal de Pequenos Formatos do Sesc, em João Pessoa, concorrendo com 130 artistas.2013 foi convidado para ilustrar a capa do livro da prestigiada  escritora e poeta argentina Maria Isabel Saavedra.
Adicionar legenda
MULHER BRASILEIRA
NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS.
MENINO DE ENGENHO,HOMENAGEM A ZÉ LINS DO REGO.